Como detectar sinais de cupins em casa?

Como detectar sinais de cupins em casa?

Você sabe como detectar danos de cupins em sua casa? 🤔 Pode parecer algo fácil, mas não é. Cupins sabem se esconder muito bem.

Mas não se preocupe, daremos algumas dicas sobre como você pode identificar a presença de cupins na sua casa rapidamente, seja cupim de madeira seca ou cupim subterrâneo. Vamos conferir! 😉

VERIFIQUE A MADEIRA

Sabia que a maneira mais simples de detectar danos de cupins é fazendo a verificação da madeira?

Sim, pois como esses insetos costumam se alimentarem de celulose, eles fazem da madeira não só sua fonte de alimentação como também de moradia (no caso dos Cupins de Madeira Seca).

Procure por sinais de madeira quebrada, rachada, com aparência de podre ou oca por dentro.

PRESENÇA DE GALERIAS

Você sabe o que são galerias de cupins? São pequenos “caminhos de terra” feitos de solo, saliva e fezes de cupins. Parecem tubos de barro e estão sempre da alvenaria, solo, piso ou teto em direção à alguma madeira.

Também podem aparecer em jardins, no caso quase sempre em direção à alguma árvore.

É o sinal mais claro de infestação de Cupins Subterrâneos.

PÓ GRANULOSO

Se você verificar a presença de um amontoado de pó granuloso, da cor da madeira, próximo ao móvel ou peça de madeira que você suspeita ter um foco, pode ser sinal de uma infestação de Cupins de Madeira Seca, sabia disso?

Isso ocorre porque esse tipo de cupim defeca esses grãos através de pequenos furos de dispersão feitos na madeira infestada. E como jogam sempre pelos mesmos furos, acaba formando esse amontoado de pó.

Ah, e se você ver montinhos de uma poeira amarelada, que lembra serragem, próximos a móveis, portas ou paredes, provavelmente são de Brocas. Leia mais sobre como diferenciar fezes de de cupins aqui.

ASAS DE CUPINS

Sabia que os cupins alados deixam suas asas para trás? Sim, quando eles encontram um local propício para fazer uma nova colônia os cupins alados quebram suas asas para se reproduzir.

Procure por pares de asas, ou pedaços de asas próximos a janelas fechadas, portas ou móveis, principalmente durante a primavera e verão, que são suas épocas de revoada.